Fangirl - Rainbow Rowell

Publicado em 01/10/2014 às 12h48

Editora: Novo Século

Autora: Rainbow Rowell

Número de Páginas: 424

Classificação: ♥♥♥♥♥ 

Onde comprar: Submarino / Saraiva

Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real.

Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora da zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está pronta para abrir seu coração para novas pessoas e experiências.

Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

     Cath é uma garota tímida, fã de Simon Snow (que podemos dizer que é Harry Potter, pois é igual) e que sempre se sente como se estivesse estragando tudo. Ela sempre foi super apegada a irmã Wren, apesar das duas serem gêmeas idênticas, são super diferentes quanto à personalidade. Um dos motivos de Cath ser tão apegada à Wren é que as duas foram abandonadas pela mãe aos oito anos de idade, mas elas sempre conseguiram superar isso muito bem, através de uma amizade linda e da leitura e vivencia no mundo de Simon Snow. Foram sempre criadas pelo pai, que é muito amoroso com elas, mas às vezes, devido ao acúmulo de trabalho precisa de uma ajudinha com o emocional, pois apresenta colapsos nervosos.

     O livro começa quando Cath e Wren estão se mudando para a Universidade, Wren decidiu que não queria dividir o quarto com Cath, pois precisava conhecer outras pessoas e viver novas experiências. E óbvio que a Cath odiou essa história, mas com isso ela foi obrigada a se virar sozinha. Ela divide o quarto com Reagan, uma menina super independente, decidida de si e nada sentimental. Reagan tem um namorado (pelo menos é o que Cath acha no início, mas na realidade eles já foram namorados, mas agora são só amigos), o Levi é encantador e sempre está presente para ajudar em tudo ou simplesmente para fazer qualquer um feliz.

     Cath cursa inglês na faculdade e estava super animada com a disciplina de Escrita de Ficção, já que escreve fanfictions há tanto tempo e essas têm milhares de acessos na internet, ou seja, sem dúvida alguma ela sabe escrever muito bem. Na aula de Escrita de Ficção, ela conhece Nick, um colega bonito que ama escrever também, e eles se tornam parceiros de escrita. Só que a disciplina não é tão maravilhosa quando Cath esperava, pois sua professora odeia fanfictions e as considera plágio. E Nick a vê simplesmente como uma parceira de escrita e nada mais.

     Ou seja, Cath fui para a faculdade que não queria, o curso que escolheu não é tudo o que ela imaginava, a irmã praticamente a abandona, o namoradinho que ela tinha termina com ela logo no início e ela se preocupa muito com o pai sozinho. A vida de Cath está realmente de cabeça para baixo e ela precisa mudar isso.

    O livro realmente me surpreendeu bastante, ainda não li Eleanor & Park, mas adorei a escrita da Rainbow, há umas pitadas de humor nesse livro realmente legais e a leitura é muito leve. A Rainbow é uma pottermaníaca e já escreveu uma fanfic em que Harry se casa com Draco, por isso a Cath escreverá em suas fanfics que Simon e Baz (que são inimigos) estão apaixonados.

     É bem divertido acompanhar todas as dúvidas que a Cath têm sobre a faculdade, isso porque além de ser novata e completamente antissocial, ela ainda não tem mais a companhia a irmã que a ajudava em tudo. No início, eu odiei a Reagan que é a colega de quarto da Cath, ela parecia ser uma estúpida em todos os momentos, mas depois eu vi que não, ela é uma grande amiga e esse e só o jeito de ser dela mesmo. E gente, tem o Levi que compensa tudo, ele é o namorado amigo de Reagan e está sempre disposto a ajudar e sorrindo, sempre sorrindo (♥).

     O livro é narrado em terceira pessoa, mas isso não impediu de transmitir todos os sentimentos e angústias da Cath. Todos os capítulos iniciam com um trecho de um livro ou fanfic do Simon Snow, eu achei isso legal até certo ponto.  A parte legal é que os trechos têm sempre a ver com a história da Cath no capítulo que irá seguir, mas quando esses trechos ficavam longos eu me agoniava muito, pois queria saber o que aconteceria com a Cath e não com o Simon.

      É muito legal acompanhar todas as dúvidas que a Cath têm durante o livro, pois dá para ter certeza de que essas foram algumas das dúvidas que a Rainbow teve quando estava iniciando a carreira como escritora. Além disso, a Cath está perdida com tudo que mudou na sua vida e ela escreve muito bem sobre o que os outros fazem, mas é um completo desastre quando é ela quem deve fazer. Suas cenas românticas entre Simon e Baz são fantásticas e super acessadas, mas quando ela se apaixona no livro, ela não sabe absolutamente nada do que deve fazer.

    Eu recomendo esse livro para todos que são fãs de Harry Potter, pois todos irão se identificar com a angústia gerada pela espera de cada lançamento, por ficar com raiva de todas as pessoas que acham que só ver os filmes é o suficiente (hahaha) e enfim, por o livro nos trazer toda essa atmosfera de magia (♥) e porque todos entenderão tudo que a Cath passa por amar Simon Snow. 

“Que sensação boa era escrever em um quarto só dela, numa cama só dela! Perder-se no Mundo dos Magos e não voltar. Não ouvir voz alguma em sua mente a não ser as de Simon e Baz. Nem mesmo a dela. Era por isso que Cath escrevia as histórias. Para ter momentos em que o mundo deles suplantava o mundo real. Quando ela podia simplesmente cavalgar nos sentimentos deles como uma onda, como algo flutuando morro abaixo” Pág.96

 

Eu coloquei essas fotos com o copo da Starbucks, pois terá um sentido especial no livro  (♥)

    Alguém também já leu esse livro? O que vocês acharam? E quem não leu está ansioso? Quero saber de tudo, comentem.

Beijos ♥

Comentários

Cantinho da Bruna em 12/10/2014 19:35:01
Fiquei bastante interessada para ler esse livro e acho que me identificaria com a Cath. Irei compra-lo assim que tiver um dinheiro!
Amei a resenha,abraços

Enviar comentário

voltar para HOME

show normalcase tsN left fwR|show tsN fwR center|left fwR show|b04 bsd|||news c10 fwB fsN|normalcase uppercase fwB|c10 fwB|login news normalcase uppercase fwR|tsN normalcase uppercase fwB|normalcase uppercase c10|content-inner||